Skip to main content

Mais encontros que desencontros

Agora não tem mais jeito. Estamos em movimento para o futuro, para um novo ano. Não podemos saber o que ele nos reserva. É algo em aberto. Como sempre. Só que agora, na vida líquida globalizada e movida a redes e tecnologias, a imprevisibilidade é maior, a incerteza cresceu e se impôs. É uma época, essa nossa, muito mais exigente. Desafiadora. Cheia de promessas. Difíceis de serem alcançadas, mas reais.

Que venha 2018, com todos os encontros que desejarmos. Que saibamos enfrentar com coragem e dignidade os encontros difíceis, inesperados ou inevitáveis. E que sobretudo consigamos encontrar e valorizar os encontros de que mais necessitamos.

Feliz ano novo, galera!

Outros artigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *