Alberto Goldman (1937-2019), a unidade democrática em ação

Deputado federal por várias legislaturas, o ex-governador de São Paulo foi um importante articulador da democracia, com posições claras e grande disposição para o diálogo. Corajoso e aglutinador, sua morte deixa um vazio na política brasileira.

A hostilidade como procedimento

O governo Bolsonaro precisa criar inimigos para a eles atribuir as dificuldades de gestão e, ao mesmo tempo, para agregar sua base mais fanatizada. Mantém-se em atividade frenética mas pouco produtiva. Corrói a República, esvaziando os mecanismos que a dignificam, a começar da atividade política.

Rodrigo Maia, a Câmara e o futuro

O presidente da Câmara dos Deputados contribuiu para que se formasse na Casa uma ala favorável ao entendimento interpartidário e à mediação de conflitos. Seu futuro passa pela capacidade que tiver de prosseguir fazendo política em alta intensidade.